Aluguel por temporada segue aquecido na Bahia

Postado em Turismo | 24 de Outubro/2015

O verão está chegando, é hora de pensar nas férias, no sol. Nada de falar em crise, só (muito) banho de mar. E, falando nisso, o estimado leitor já sabe onde vai com a família este fim de ano? Um dos principais destinos quando o assunto é belas praias, proximidade com a capital e boa infraestrutura, o litoral norte do estado possui casas de até cinco suítes com diárias que vão de R$ 1 mil a R$ 3,5 mil - destaque para Vilas do Atlântico, na vizinha Lauro de Freitas, Guarajuba, Itacimirim e Praia do Forte.

Na outra ponta de Salvador, na Ilha de Itaparica, imóveis na frente da praia, em condomínio fechado, com piscina, também quatro ou cinco suítes e completamente mobiliados, custam, em média, entre R$ 700 e R$ 800 por dia.

De acordo com os especialistas ouvidos por A TARDE, a procura por imóvel para alugar na temporada - nesta reta final do ano -, de um modo geral é mais fraca do que foi em 2014. Há casos em que houve redução de 15% - ou R$ 1 mil - no valor de um pacote de cinco dias (Réveillon), em relação ao ano anterior; situações em que houve reajuste com este mesmo percentual (15%); e de casa custando o mesmo que custava no verão passado.

Contudo, alertam os mesmos analistas, o momento é de readequação dos preços e o importante, em 2015, é não perder nenhuma "venda".

"Sem dúvida, a coisa está mais apertada este ano. É possível o proprietário querer reajustar, mas o momento pede cautela. Se não conseguir, cede um pouco, mantém o mesmo valor de 2014, reduz. O mais importante é não perder negócio", diz a diretora do Conselho Regional de Corretores de Imóveis na Bahia (Creci), especialista em aluguel por temporada, Consuêlo Leal.

Presidente da Associação Baiana das Administradoras de Imóveis e Condomínios (Abai), Manoel Teixeira faz questão de lembrar, porém, que, apesar da economia desaquecida, com a alta do dólar e a crise humanitária por que passa a maior parte da Europa, o consumo e o turismo interno devem aumentar este ano.

"É período de férias, vai ter mercado (procura), sim. Mas é preciso realinhar os preços. Deixar o imóvel arrumadinho. Ninguém quer deixar de viajar, e o litoral (norte baiano) é muito aconchegante", afirma.

Tem de pesquisar

Dono de uma casa de 80 m² em Vilas do Atlântico - são 500 m² de área -, com piscina e a uma quadra da praia, o empresário Arivaldo Ulm conta que, em 10 anos, nunca deixou de alugar o imóvel na alta estação e que este ano só não fechou ainda o período do Carnaval. Propostas não faltam.

Ele diz que de 15 de dezembro a 2 de janeiro seis pessoas de Brasília vão ficar no local a um custo de R$ 6 mil. Ou seja, R$ 1 mil por pessoa para uma estada de 17 dias.

"Vem muita gente de fora (outros estados). Em Vilas ninguém fica sem alugar. Uma infraestrutura espetacular, a melhor do litoral norte. Segurança. Para o Carnaval eu já tenho proposta para os dias, mas a minha preferência é alugar o mês inteiro", diz Ulm.

Já o servidor aposentado Antônio Raimundo Silva se queixa da procura em Barra de Jacuípe e diz que já baixou de R$ 6 mil - valor cobrando em 2014 - para R$ 5 mil o aluguel da casa com seis quartos, em condomínio fechado e completamente mobiliada.

"São três camas de casal, quatro de solteiro e três beliches. Quer dizer, quantas famílias cabem em um lugar como este? TV a cabo, piscina, sauna, churrasqueira. A pessoa só precisa toalha e roupa de cama", afirma Silva.

Palco do "melhor Réveillon do mundo", a coisa parece pegar mesmo em Guarajuba, onde os corretores Iara Rabelo e Fábio Silva dizem não haver crise - e não fica praticamente nenhum imóvel sem alugar.

"É claro que a gente trabalha o cliente, no sentido de ajustar  preço, mas a demanda é alta. É gente de Minas Gerais, Goiás e Tocantins desesperada por praia", conta Iara.

"São casas com cinco suítes, na frente da praia, com diária a R$ 3,5 mil. Quantas famílias cabem lá? Mínimo de cinco", lembra Silva.

A notícia acima saiu no site do Jornal A Tarde que circula no estado da Bahia.

Comentários

Newsletter - junte-se a 12749 assinantes

Receba dicas de turismo de todo Brasil e informações sobre imóveis para aluguel de temporada.